Semana do Milan

28/12/2009 (segunda-feira)

De volta após a parada para o Natal, os jogadores voltaram para os treinos de inverno.

Começaram com um treino de posse de bola em parte do campo, com a equipe dividida em três grupos.

A parte final do treino foi um coletivo de onze contra onze.

Oddo treinou na academia, por conta de uma contusão que sofreu em Novembro.

Inzaghi, Thiago Silva e Bonera treinaram separadamente.

David Beckham treinou normalmente com o time.

Beckham recebeu aplausos de seus colegas de clube pelo seu retorno, e Villiam Vechi pelo seu aniversário também recebeu aplausos de seus companheiros.





29/12/2009 (terça-feira)

Treino duplo.
1°testes na academia.
2° posse de bola, controle de bola, piques na subida do bosque, e corridas em volta do campo central.


30/12/2009 (quarta-feira)

Treino pela manhã na academia e depois campo central, com muita corrida.
Na parte da tarde, coletivo onze contra onze.
Daniele Bonera e Filippo Inzaghi continuaram com o trabalho físico.
-
31/12/2009 (quinta-feira)

Entrevista de David Beckham:

O Milan fez falta nestes meses?
Eu senti muito. Senti falta do grupo, da diretoria, de todos os torcedores, do ambiente em geral. Os meus primeiros seis meses aqui foram muito bonitos, uma experiência única que não esqueci.

Desde quando você foi, muita coisa mudou. Não estão mais Carlo Ancelotti, Kaká e Maldini. Que grupo você reencontrou?
O Milan mudou muito. É verdade, mas o espírito, a base dos grandes clubes como o Milan e o Manchester United não muda. É verdade que não tem mais um comando forte como o de Paolo Maldini, um capitão carismático e de grande personalidade. Não tem mais o melhor jogador do mundo como Kaká, e também o treinador foi trocado. Mas, o grupo é sempre um grande grupo, motivado e cheio de entusiasmo. No início da temporada, a equipe teve muita dificuldade, mas se reencontrou e agora está jogando muito bem. Estou orgulhoso de jogar com estes grandes campeões.
Você deixou o Manchester. O que sente ao saber que vai encontrá-lo na Champions League?
Será uma noite especial! No dia do sorteio, eu chorei de emoção, porque terei a oportunidade de voltar a Manchester e jogar contra o meu clube que, desde pequeno, quis jogar. Encontrar muitos amigos, todos os meus torcedores que não me esqueceram. Será uma noite de fortes emoções. Já são sete anos que não volto a Manchester e o farei com a camisa do Milan, com a camisa de um clube tão prestigiado como o United, tudo isso me enche de orgulho !

Depois dos seis meses, qual será o seu futuro ?
Não sei, veremos. Estou muito honrado de estar aqui. Chego sabendo que permanecerei seguramente por seis meses. Na primeira vez, não estava tão seguro por muitos motivos. Penso somente em trabalhar duro e atuar bem em um clube especial. Depois, se no meu futuro estará o Milan, veremos.

Já pensou em que posição poderá jogar no novo esquema de Leonardo?
O esquema mudou, está diferente. Esta é uma equipe de jogadores de talento, de experiência. Precisa de tempo para entender este novo sistema. Mesmo assim, não tenho a pretensão de ser titular. Se for reserva, já estarei honrado de fazer parte deste grupo. Não penso na minha posição, estarei feliz de jogar em qualquer função, até de goleiro ! Sou um meio-de-campo e isto me ajudará em qualquer papel.

Falou com Leonardo?
Sim, falei com ele. Me perguntou sobre as minhas condições físicas, de como reagi ao trabalho nestes dias. Sobre o esquema de jogo e a minha posição em campo teremos tempo. Como disse, essa é uma grande equipe que, ao meu modo de ver, pode vencer o scudetto. Existem muitos rivais fortes como a Inter e a Juventus, mas o Milan com trabalho pode chegar ao título.

Nunca pensou em jogar em uma equipe que te garantisse o lugar de titular ?
Não, nunca! O Milan sempre é a minha primeira escolha. Desde a primeira vez. Desde quando se falou sobre o meu empréstimo a uma outra equipe. A possibilidade de jogar na Copa do Mundo certamente é um objetivo, mas eu não vim para cá com esta intenção. Escolhi o Milan por muitas razões, porque apoio a filosofia deste clube e cheguei aqui sem nenhuma pretensão. Estar aqui é uma grande coisa para mim. Posso ajudar o grupo a vencer mesmo sem nenhuma garantia de lugar. Este é o Milan!

Acha que já está pronto para enfrentar o Genoa ?
Seria muito bom, mas, como já disse, não prevejo ser titular. Devo trabalhar a minha condição física, mesmo que eu esteja bem. Me coloco sempre à disposição e Leonardo saberá como me utilizar quando achará oportuno. Para mim está bem assim. Contra o Genoa eu já marquei e é claro, que me daria prazer, repetir. A minha obrigação é ser útil a esta equipe, mesmo que seja por somente cinco minutos.

O que deseja para o novo ano ?
O meu primeiro desejo é vencer o scudetto. Depois, desejo saúde e serenidade para toda a minha família com a qual comemorarei o final de ano em Londres.

Ficou sabendo das declarações de Fabio Capello sobre você ?
Me deram muito prazer. Mesmo que isso não me dê nenhuma garantia de que estarei na Copa do Mundo, eu agradeço. Farei o possível para trabalhar ao máximo, para ajudar o Milan a vencer, depois se verá.

Milan contra Manchester. Estará feliz qualquer que seja o resultado ?
Nós queremos sempre andar na frente. Será uma grande emoção enfrentar o Manchester, mas eu farei com a camisa do Milan, com a vontade de vencer e passar de turno.

Você não está preocupado com o que os seus companheiros podem pensar pelo fato de ficar somente por seis meses ?
Pensei neste problema somente na primeira vez. Encontrei um grupo excepcional e percebi logo que no Milan não existe ciúme. Todos me receberam muito bem e fizeram o possível para que eu me ambientasse. No Milan, o objetivo é comum: vencer. E todos os jogadores fazem tudo para se se ajudar, para fazer o time vencer!

1 comentários:

Chris Paes disse...

não sei aonde Beckhan vai se enchaixar no esquema do Milan, mas vai ser muito util